Horácio Gonçalves:: Vamos construir o futuro sem pensar em resultados imediatos!

O técnico português, de 58 anos de idade, foi esta sexta-feira, 16 de Abril, oficializado ao cargo de seleccionador nacional de futebol. Horácio Gonçalves está protegido por um contrato válido até Dezembro de 2023.

Texto: David Nhassengo

Durante os próximos dois anos e meio, Horácio Gonçalves será coadjuvado nas suas funções por Victor Matine, Adyl Dassate, Delson e Hélder Cossa – este último como treinador de guarda-redes.

Durante a vigência do contrato, a nova equipa técnica terá a missão de reestruturar as selecções nacionais, nomeadamente a principal e a olímpica (sub-23) que estarão sob a sua alçada.

Rejuvenescer a equipa A, com uma aposta em atletas mais novos, bem como a busca de uma identidade através da definição de um modelo de jogo, são os desafios a que se propôs o novo timoneiro para os próximos dois anos e meio.

Vamos criar um futuro. Planear. Investir nos atletas, sobretudo em jovens talentos, bem como na capacidade existente. Eu vim aqui com espírito de missão”, considerou, o técnico, que se disse nada preocupado com os resultados imediatos, se não em vencer a longo prazo.

Mas paralelemente a essa missão, digamos, subjectiva, a Horácio Gonçalves exige-se o apuramento ao Campeonato Africano das Nações de 2023, prova a ter lugar na Costa do Marfim, tal como fez saber Feizal Sidat, presidente da Federação Moçambicana de Futebol.

A esse repto lançado, Gonçalves assumiu de tudo fazer “para cumprir com o objectivo e empenhar-se ao máximo para que, no final, saiamos todos satisfeitos com este projecto”.

Não vai ser nada fácil – Horácio Gonçalves

O novo timoneiro dos Mambas diz ser importante o apoio dos moçambicanos neste novo ciclo que se abre a nível da selecção nacional de futebol. Prevê, adiante, dificuldades, na medida em que “todos sabemos que não tem sido fácil para a selecção nacional”.

É um projecto longo, mas que vai ser muito importante. Vou colocar tudo o que tenho, as minhas capacidades para o sucesso das selecções nacionais desde os sub-15, sub-17, sub-20, sub-23 até à principal. Serei uma pessoa do terreno”, justificou Horácio Gonçalves.

Refira-se que o técnico português comandava, até à data, a equipa principal do Costa do Sol, clube com o qual conquistou cinco títulos em apenas dois anos: um campeonato nacional de futebol, uma Taça de Moçambique, duas Supertaças e uma edição do Torneio Mavila Boy. OC


[*Este conteúdo foi oferecido por http://www.jogabets.co.mz – Registe-se com o Promo Cod 530051 e receba um bônus especial de boas-vindas]



Categorias:Início, Mambas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: