PEMBA:: Baía projecta escola de futebol de referência nacional

Para o efeito, o clube levou a cabo recentemente, no Campo Municipal de Pemba, uma iniciativa de caça talentos para o futebol, evento que contou com cerca de 300 inscritos de idades compreendidas entre os 14 e os 18 anos.

Por: David Nhassengo

Com o projecto, o Baía de Pemba pretende criar quatro equipas de base a nível da sua formação, sendo duas do escalão de juvenis e as restantes de juniores.

De acordo com Satar Abdul Gani, presidente da agremiação, o evento que decorreu entre os dias 09 e 10 de Janeiro, no campo municipal, foi positivo tendo em conta a afluência e a qualidade dos atletas que se deixaram testar no Caça Talentos.

Aliás, para aquele dirigente desportivo, “isto é sinal de que em Cabo Delgado, na Cidade de Pemba em particular, temos muito talento que só precisa deste tipo de oportunidade”.

E o que vem a seguir? Satar Abdul Gani avançou que depois da selecção dos talentos, eles serão integrados nas equipas de formação do clube de modo a darem início ao treinamento e ao aprimoramento das habilidades de cada um.

Faremos uma melhor identificação de habilidades no contexto do treinamento físico e específico destes rapazes. Faremos, ainda, o acompanhamento psicológico, visto que nesta faixa etária isso é muito importante para não se perder o atleta que há nestes meninos”, explicou.

Explorar o FIFA CONNECT e avançar para outros distritos da províncias

Para dar robustez ao projecto formação deste emblema, Satar Abdul Gani revelou que o clube já está em contacto com os pais e encarregados de educação dos atletas até aqui seleccionados, de modo a ter a anuência destes responsáveis para o arranque efectivo das actividades.

Este passo decorre no contexto de levantamento de processos dos atletas. Queremos explorar a plataforma de inscrição e gestão de novos talentos da Federação Moçambicana de Futebol, nomeadamente o FIFA CONNECT”. Garantiu.

Num outro contexto, aquele dirigente prometeu levar o Caça Talentos a outros distritos da província de Cabo Delgado, sempre com o propósito de reforçar a formação do Baía de Pemba, “ao que neste momento estamos dependentes da evolução da COVID-19 e das medidas de restrição impostas pelo Chefe de Estado no âmbito do Estado de Emergência”.

De recordar que o Baía de Pemba disputou a última edição do Moçambola, tendo sido despromovido no mesmo ano da sua estreia. Decorrente disso, o clube tem vindo a reestruturar-se, sendo o investimento na formação parte disso. OC

*Este conteúdo oferecido por http://www.jogabets.co.mz



Categorias:Início, Outras Futebol

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: