MOÇAMBOLA:: Garantidas condições financeiras para arranque da prova a 09 ou a 16 de Janeiro de 2021

Das chaminés da Secretaria de Estado do Desporto saiu, finalmente, fumo branco para a viabilização do Moçambola. A prova deverá iniciar em Janeiro do próximo ano, a 09 ou 16 de Janeiro. Desde já está assegurado o apoio financeiro para a realização das 26 jornadas sem sobressaltos. Tranquilamente, como diz Feizal Sidat.  

Por: David Nhassengo

A decisão saiu depois de cerca de quatro horas de reunião envolvendo a Secretaria de Estado do Desporto (SED), a Federação Moçambicana de Futebol (FMF) e a Liga Moçambicana de Futebol (LMF), instituições que estiveram representadas ao mais alto nível. Gilberto Mendes, acompanhado por quadros séniores daquele órgão governamental, Feizal Sidat e Ananias Couana.

Terminado o encontro, coube ao chefe de Casa de Futebol, Feizal Sidat, fazer a síntese das principais decisões saídas do encontro, tendo destacado a do arranque do Moçambola em Janeiro de 2021, com 14 clubes.

Para já, há duas datas definidas para a realização da primeira jornada, cuja decisão final será tomada pelos clubes: 09 ou 16 de Janeiro.

Já temos a luz verde para o início do Moçambola, dentro daquilo que sempre foram as nossas previsões em virtude de termos compromissos internacionais (dos Mambas) no mês de Março, com a realização de jogos decisivos para o apuramento ao Campeonato Africano das Nações de 2022”, assim introduziu, Sidat, falando para os jornalistas presentes.

Sempre de acordo com a fonte, a reunião definiu passos claros que devem ser seguidos por todos os stakeholders diretamente envolvidos na realização da prova, ao que “deixamos indicações à LMF para que o Moçambola arranque ou a 09 de Janeiro, ou 16 de Janeiro. Já há condições financeiras para o efeito e há garantias para que a competição decorra sem sobressaltos e, tranquilamente”.

Orientamos a LMF para que realize o mais rapidamente possível a sua Assembleia-Geral e que faça o sorteio da prova nos próximos oito dias, de modo a que os clubes conheçam a data exacta da disputa da primeira jornada: na primeira ou segunda semana de Janeiro”, revelou.

Na qualidade de representante da FMF, Sidat explicou que é pretensão da instituição que dirige que “até Março sejam realizadas entre 10 a 11 jornadas, como forma de emprestar rodagem competitiva aos atletas tendo em vista os compromissos internacionais dos Mambas”.

Estamos todos satisfeitos e felizes com as decisões saídas do encontro. Estamos em condições de dizer que o Moçambola irá arrancar com toda a tranquilidade e que as 26 jornadas serão disputadas sem sobressaltos…Tranquilamente. Porque não dar motivos de felicidade aos moçambicanos que bem o merecem…?!”, rematou Sidat, que enalteceu o envolvimento do Governo, através da SED, para a viabilização da prova do povo.

Refira-se que o presidente da FMF falava logo após o encontro havido no principio da noite desta quarta-feira, 16 de Dezembro, entre a instituição que dirige, a SED e a LMF. OC

*Este conteúdo foi oferecido por http://www.jogabets.co.mz



Categorias:Início, Outras Futebol

1 reply

Trackbacks

  1. MOÇAMBOLA-2021: Descida de cinco clubes era para evitar a insustentabilidade da prova – OC – Olho Clínico MZ

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: