COVID-19:: SED convida federações desportivas a depositarem protocolos sanitários

Para poderem beneficiar de um eventual relaxamento das restrições, as federações desportivas deverão depositar, no guiché da Secretaria de Estado do Desporto (SED), protocolos sanitários que permitam o regresso seguro das respectivas actividades desportivas.

Por: David Nhassengo

No entanto, tal acção não deverá significar autorização imediata ao regresso à actividade por parte da SED. Antes pelo contrário, os protocolos servirão para este organismo solicitar, junto do Conselho de Ministros, o relaxamento das medidas de restrição impostas à prática desportiva, decorrente do Estado Emergência.

Ainda assim, última palavra terá o Chefe de Estado, Filipe Jacinto Nyusi.

Ao que confirma Carlos Gilberto Mendes, secretário de Estado do Desporto, todas as federações receberam o ofício que solicita os protocolos sanitários, mas até aqui nem todas responderam positivamente ao processo, depositando os documentos junto daquela instituição de Estado.

Sabe OC-Olho Clínico que até quinta-feira, 23 de Julho, apenas as federações desportivas de ginástica, de ténis, de voleibol, judo, futebol e basquetebol terão dado esse passo que deve ser compreendido como uma declaração de interesse pelo regresso seguro à actividade desportiva.

Apelamos para que as demais federações desportivas se aproximem o mais rápido possível à SED (para depositarem os respectivos protocolos) porque, no final das contas, é a Secretaria de Estado que vai advogar, em nome do movimento associativo, junto do Conselho de Ministros para tentar conseguir esse relaxamento”, instou Carlos Gilberto Mendes.

Nem todas as federações poderão ser autorizadas

Na terça-feira última, 22 de Julho, após mais uma sessão do Conselho de Ministros, o porta-voz do governo moçambicano, Filimão “Seth” Suaze, anunciou a emissão de requisitos necessários para a reabertura de várias actividades, incluindo a desportiva, decorrente do final do Estado de Emergência.

De acordo com Suaze, “os pelouros de tutela dessas áreas vão formalmente proceder ao envio, às direcções das equipas desportivas, aquilo que é um conjunto de requisitos que devem ser cumpridos”, disse, acrescentando que este procedimento visa essencialmente “preparar a próxima fase, que não sabemos qual é que será, em termos da decisão que vai ser tomada pelo Presidente da República”.

Estamos a preparar-nos para que, aquando dessa decisão, possamos estar à altura de dizer quem é que está em condições de abrir as suas actividades e quem é que não está”, rematou o porta-voz do Conselho de Ministros.

Refira-se que, no âmbito do fim do quarto e último período do Estado de Emergência, a 29 de Julho próximo, o Chefe de Estado moçambicano, Filipe Jacinto Nyusi, deverá próxima semana proferir uma comunicação à Nação Moçambicana. OC

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s