COVID-19: Resultados dos Atletas do projecto olímpico conhecidos segunda-feira (08)

Serão conhecidos na segunda-feira, 08 de Junho, os resultados para infecção do novo coronavírus das amostras recolhidas nos atletas e treinadores do projecto olímpico, cujo regresso aos treinos foi autorizado pelo Chefe de Estado, Filipe Nyusi.

Com um atraso de 21 dias, o Ministério da Saúde (MISAU), a Secretaria de Estado do Desporto (SED) e o Comité Olímpico de Moçambique (COM) decidiram, por fim, pôr em marcha o protocolo sanitário a ser observado para o regresso dos atletas do projecto olímpico aos treinos, ao abrigo das medidas de relaxamento para o desporto, anunciadas a 15 de Maio último pelo Chefe de Estado.

Com efeito, foram na sexta-feira, 05 de Junho, em Maputo, realizados os primeiros testes de despiste para o novo coronavírus dos atletas e do respectivo staff técnico do alto rendimento, estando os resultados previstos para segunda-feira (08).

Depois de conhecidos os resultados e caso os mesmos sejam negativos, como passo seguinte os testados deverão submeter-se ao isolamento domiciliar por um período não inferior a dez dias, por forma a que possam realizar o segundo teste para efeito de confirmação do primeiro diagnóstico.

Só depois de o segundo resultar negativo é que os atletas e os técnicos serão autorizados a regressar aos treinamento, conforme determina o protocolo sanitário em referência.

Durante o período de isolamento, os atletas e técnicos serão monitorados por uma Comissão Técnica multi-sectorial criada para o efeito, na qual fazem parte quadros do MISAU, do COM e dirigentes técnicos das respectivas federações a que fazem parte. À mesma comissão cabe a vigilância de todos os envolvidos no projecto olímpico durante o período de treinamento.

MISAU recomenda estágio num único local

Preocupado com o risco a que estarão expostos os atletas e técnicos do projecto olímpico, sobretudo numa altura em que aumentam os casos de infecção pelo novo coronavírus, o MISAU recomenda a concentração dos atletas e técnicos num único local, enquanto durar o período de preparação.

Um conselho que vai, de resto, ao encontro do pedido formulado pelas federações desportivas.

No entanto, de acordo com o COM, o País ainda não dispõe de condições para seguir tal recomendação, visto que o único local que poderia albergar os atletas, nomeadamente a Vila Olímpica, carece ainda de obras.

A solução passa por o Comité Olímpico garantir transporte para os atletas de suas casas aos treinos e vice-versa, visto que o recurso ao serviço público está fora de questão. OC

Categorias:Início, Modalidades

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s