ALCUNHA MAMBAS? “Melhoremos primeiro as condições de trabalho”

Defende Dino Dulá, director desportivo da Black Bulls, que diz ser inconveniente e descontextualizado o debate de mudança de nome de guerra da selecção nacional de futebol. Recomenda, adiante, ao actual elenco da FMF a concentrar-se no melhoramento das condições dos Mambas, por forma a não cometer os erros que fizeram carreira nos últimos quatro anos.

Na opinião do jovem dirigente desportivo, há muito mais assuntos que devem concentrar o debate actual do futebol nacional, do que uma mera e cosmética mudança de nome de guerra da selecção nacional de futebol. O dos “Mambas“. Aliás, considera a referida consulta pública um “não-assunto”.

Há outras prioridades que se estão a ignorar. Que se não forem alteradas, a troca de designação dos nossos ´Mambas´ de nada valerá”, aprecia Dino Dulá, para de seguida aconselhar os actuais gestores da Federação Moçambicana de Futebol (FMF) a aprenderem com os erros que fizeram carreira nos últimos quatro anos de gestão da Casa de Futebol.

Eu sou pelo melhoramento das condições de trabalho das selecções”, diz, fundamentando “não fazer sentido que num país como o nosso, no qual habitam quase 30 milhões de pessoas, as selecções enfrentem o problema de falta de campos para a sua preparação”.

Dino Dulá vai ainda mais longe no retrato dos acontecimentos passados, assumindo ser “inconcebível que uma selecção nacional percorra milhares de quilómetros 24 horas antes de uma partida de futebol”, tal como aconteceu com a selecção nacional sub-20 no princípio do mês de Dezembro do ano passado, aquando da sua presença no Torneio da Cosafa do escalão.

Aliás, até os próprios “Mambas” foram vítimas desse fenómeno desgastante, com o famoso “voo charter” de Novembro de 2015, o que só conseguiu transportar a selecção de Maputo para Gabão no próprio dia do jogo, tendo o combinado nacional chegado a sensivelmente duas horas do jogo.

Não sendo isso, tudo, Dino Dulá recomenda aos actuais gestores desportivos a olharem e a melhorarem os prémios de jogo dos “Mambas”, por forma a evitar “que atletas da selecção nacional cogitem greves para auferirem tais valores, o que é de todo inaceitável”.

Dino Dulá é o actual diretor desportivo da Associação Black Bulls…

Categorias:Início, Mambas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s