COVID19: Moçambique regista dois novos casos positivos

– Governo desaconselha uso de túneis de desifencção

As Autoridades Sanitárias de Moçambique diagnosticaram, nas últimas 24 horas, dois novos casos de infecção pelo novo coronavírus, em um total de 417 testes realizados neste período. O número de recuperados mantém-se em 48 e o País continua sem o registo de mortes por esta doença.

No informe prestado esta sexta-feira, 22 de Maio, pelo ministro da Saúde, Armindo Tiago, os dois novos casos foram diagnosticados em indivíduos de nacionalidade moçambicana, residentes nas cidades de Maputo e Inhambane. Um apresenta sintomas leves e outro é assintomático.

O da capital do País é um indivíduo do sexo feminino, na faixa etária dos 35 aos 44 anos de idade. Estará em isolamento domiciliar na província de Maputo, conforme avançou o governante.

O caso da cidade de Inhambane é de um indivíduo do sexo masculino, igualmente na faixa etária dos 35 aos 44 idade.

Ainda no seu informe, Armindo Tiago avançou que o número de pessoas recuperadas mantém-se em 48…

Assim, Moçambique conta com um cumulativo de 164 casos positivos de COVID-19, 140 dos quais obra de transmissão local e, os restantes 24, importados. Com os 48 recuperados, o número de pacientes com doença activa subiu para 116.

Desde 20 de Março até aqui, o País testou um total de 7480 pessoas suspeitas de infecção pelo novo coronavírus, em cerca de 700 mil pessoas rastreadas.

Governo moçambicano desaconselha túneis de desinfecção

Armindo Tiago aproveitou a conferência de imprensa desta sexta-feira (22) para informar que o Governo de Moçambique, através da Comissão Técnico-Científica e com base nos novos conhecimentos alcançados pela comunidade científica internacional, desaconselha a utilização dos túneis de desinfecção pois, segundo referiu, “não provocam a proteção adequada e nem matam o vírus causador da COVID-19 (…) pelo que a pessoa que passa pelos túneis corre o mesmo risco de ser infectado”.

Pelo contrário – disse ainda o ministro – os túneis podem provocar outro tipo de doenças ou fragilizar o sistema imunológico das pessoas através da inalação das substâncias químicas que elas lançam. David Pentchiço Nhassengo

Categorias:Início

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s