ELEIÇÕES nas federações: Um problema maiúsculo para a imprensa desportiva

Federações desportivas nacionais defendem a inclusão da classe jornalística especializada nos respectivos órgãos sociais, um cenário novo que terá cobertura legal através do Regulamento da Lei do Desporto. No entanto, ganha também força a ideia de os jornalistas poderem também votar para a escolha de tais órgãos na qualidade de sócios, o que pode consubstanciar um conflito de interesse.

Na verdade, é um problema do porvir que a Associação de Imprensa Desportiva (AMID) prefere adjetivá-lo simplesmente por desafio, ainda que isso exija desta recém-criada agremiação uma profunda reflexão sobre a reestruturação. Ou seja, a sua reinvenção para fazer face aos novos tempos.

Aliás, Adão Matimbe, presidente da AMID, diz até conhecer a fórmula para esta classe profissional assumir tais responsabilidades sem nunca cruzar a linha vermelha do conflito de interesses.

Refere que dentro do organismo que dirige “há uma série de questões que é preciso colocá-las”, de modo a que os jornalistas desportivos não percam a legitimidade de depositar o voto de forma representativa.

Adiante nivela a fundação desse tão esperado debate que deverá concentrar os escribas nos próximos dias…Assim desta maneira:

Por exemplo, quem é que vai depositar o voto para a escolha de novos órgãos sociais das federações? Será o próprio presidente, que em algum momento poderá ser confundido ou entrar em conflito de interesses por ser membro de órgãos sociais de outras federações?”.

Portanto – diz – é um desafio muito grande que a imprensa desportiva tem pela frente, o de definir os padrões válidos para indicação do seu representante nos pleitos eleitorais das diversas modalidades.

A (nossa) AMID terá de se organizar e isto pressupõe a arrumação dos próprios estatutos da associação, bem como os de todas as federações todas”, assegura, alinhado com um facto que terá a devida protecção do Regulamento da ainda Proposta de Revisão da Lei 11/2002 de 12 de Março. A chamada Lei do Desporto.

Em suma: um mal que vem para o bem…

O tempo de transformar críticos em escrutinado(re)s

A integração da imprensa desportiva nos órgãos sociais e de decisão das federações é vista como uma medida acertada e que, de acordo com o nosso interlocutor, vai ao encontro de uma luta, digamos…Antiga da classe!

Ainda que seja um exemplo recente, que de resto decorreu após a constituição da AMID, Adão Matimbe usa como exemplo as eleições de 14 de Dezembro último na Federação Moçambicana de Futebol, para fundamentar a necessidade do alargamento da base de votantes.

Bastante crítico com o modelo actualmente em vigor, relembra que nelas “muito questionou-se sobre o número de associações ou grupos oficialmente representados que depositavam o voto. Neste caso, o do futebol, eram apenas seis associações. É verdade que são 11, mas seis é que foram bastantes para a eleição do presidente da federação”, o que não considera “uma amostra representativa para aquilo que é a prática deste desporto como tal no nosso País”.

Para todos os efeitos, dotar a classe jornalística de poder de decisão no desporto nacional é, conforme sublinha Matimbe, “uma medida acertada porque isto não diz respeito apenas à imprensa desportiva, mas também a várias associações que existem e que olham para o fenômeno desportivo como tal, tendo, por isso, uma palavra a dizer”.

Nós, como imprensa, somos muito críticos em relação à organização dos processos. Então, como grupo profissional é muito importante a nossa participação fundamentalmente como escrutinadores”, atira o presidente da AMID. David Nhassengo/OC

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s