A vez de Quinito Todo na presidência do Textáfrica

Joaquim Todo Júnior, Quinito, foi este sábado, 01 de Fevereiro, confirmado presidnete do Grupo Desportivo e Recreativo da Textáfrica de Chomoio, o primeiro campeão nacional de futebol.

Candidato único e confirmado presidente nas urnas, em acto havido na 2.ª Assembleia-Geral Extraordinária, Quinito Todo apresentou-se aos adeptos e sócios com vontade e propósito imediato de resgatar o Textáfrica de Chimoio. Uma colectividade com nome, história e conquistas que dizem muito ao futebol nacional.

Para lá de projectar uma equipa a lutar pelos títulos nacionais em 2023, Quinito revelou que, de imediato, a nova direcção por si liderada trabalhará anficadamente em três pilares.

O das parcerias, no qual pretendemos, logo neste primeiro ano, trazer mais parceiros para o clubes, de modo a garantir que o nosso projecto avance sem sobressaltos”.

O segundo ponto tem a ver com a gestão da equipa sénior de futebol, pilar no qual Quinito Todo prometeu rejuvenescer o plantel principal, “e, ao mesmo tempo, lutarmos para estar entre os primeiros oito lugares do Moçambola, bem como alcançar os quartos-de-final da Taça de Moçambique”.

Para o alcance destes objectivos desportivos, o novo boss do Textáfrica escolheu, tal como já se sabia, Artur Comboio para orientar a equipa principal, cujo vínculo contratual é válido por dois anos…Renováveis. Mussa Osman vai ao gabinete técnico.

A nível da formação – terceiro pilar – o novo presidente daquela colectividade disse ser urgente, já para este ano, a criação de um gabinete técnico para a formação e pesquisa de talentos a nível da província de Manica, “por forma a que tenhamos equipas de iniciados, juvenis e juniores”.

Outra missão deste gabinete técnico, que trabalhará directamente com o mister Mussá Osman, é também de definir um modelo de jogo unificado e transversal por todas as equipas. Desde os iniciados até os seniores”, revelou.

Futuro depende do presente

Depois de esmiuçar os objectivos a curto prazo, Quinito revelou que a ambição aumenta à medida que o tempo for passando.

Para já, o mais importante é o clube recuperar a estabilidade social, financeira e desportiva, por forma a que nos próximos anos recupere a sua grandeza – que não se limita somente na alcunha de primeiro campeão nacional.

É por isso que ambiciona, no seu último ano de mandato, lutar pelos títulos do Moçambola e da Taça de Moçambique.

Promover o associativismo

Porque o clube é dos sócios e foram estes que o deram o cajado, Quinito prometeu uma loja do clube para a venda de artigos com o símbolo desta colectividade. Ademais da criação de uma plataforma que aproxime os sócios e adeptos da direcção do clube, disse que nos próximos dias irá anunciar duas boas novas.

A criação de cartões de sócio, bem como de uma plataforma M-Pesa para que os sócios paguem as quotas com facilidade”, avançou.

De referir que o mandato de Quinito Todo, que agora inicia, vai até Janeiro de 2024.

Categorias:Início