Afrobasket: Ferroviário de Maputo na final da prova africana

A equipa feminina de basquetebol sénior feminina do Ferroviário de Maputo, campeã africana em título, carimbou na noite desta sexta-feira, 13, passagem para a final da Taça de Clubes Campeões de África. Luta pelo bi-campeonato.

O combinado nacional derrotou a turma do Sporting de Egipto, por 86 a 70, em desafio das meias-finais desta competição que decorre na cidade de Cairo.

Tal como o próprio resultado sugere, as campeãs africanas em título não tiveram tarefa fácil para superar as anfitriãs, sobretudo na última etapa em que o Sporting tirou proveito de algum bloqueio das treinadas por Carlos Aik.

O combinado nacional entrou energética e saiu no primeiro período a vencer por esclarecedor resultado de 35 a 14, uma diferença de 21 pontos prontamente ampliada para 25, ao fim da primeira parte. 14 a 10 no parcial do segundo período, 49 a 24 ao intervalo.

No reatamento, o Sporting discutiu o jogo ela por ela, facto que obrigou a equipa nacional a transpirar bastante para sair no terceiro período a vencer por 24 a 23.

73 a 47 à entrada do último período, no qual as anfitriãs tiraram proveito do cansaço das “nossas meninas”, que graças à sua experiência não deixaram que o prédio fosse derrubado.

13 a 23 para o Sporting, mas 86 a 70 como resultado final que apura, de resto, o Ferroviário de Maputo para a final desta prova de clubes campeões de África.

No capítulo individual, Ingvild Mucauro voltou a meter o seu CV para ocupar o lugar de MVP do torneio, ao ser considerada melhor atleta do encontro com um total de 17 pontos, dois ressaltos e cinco assistências.



Categorias:Início, Moz no Estrangeiro, Outras Futebol

%d bloggers like this: