Mambas: Segurança, controlo e equilíbrio para vencer Ruanda

É chegado o dia. O dia de arranque da caminhada da seleção nacional e que só terminará com o acesso ao CAN2021 – no desejo de todos os moçambicanos. O dia em que o País unir-se-á e se vestirá de vermelho por uma só causa. A de Moçambique. A dos Mambas.

O combinado nacional defronta a sua congénere de Ruanda a partir das 18 horas desta quinta-feira, 14 de Novembro, em desafio da 1.ª jornada da fase de grupos de apuramento ao CAN-Campeonato Africano das Nações de 2021, a ser disputado nos Camarões.

Neste jogo que terá lugar no Estádio Nacional do Zimpeto, Moçambique vai na sua máxima força e, ao que tudo indica, o seleccionador nacional, Luís Gonçalves, tem o segredo para que a alegria dos moçambicanos seja explosiva.

Aliás, o mesmo é baseado em três palavras que, na verdade, definem a sua forma de ser e estar enquanto treinador. Líder de homens do futebol: Segurança, Controlo e Equilíbrio.

E o OC-Olho Clínico expõe, ao detalhe, cada um dos pilares dessa filosofia de jogo advogada por Luís Gonçalves, que segundo ele será bastante para ultrapassar Ruanda esta noite.

Segurança!

Luís Gonçalves não gosta de correr riscos. Seja por conhecer a sua equipa ou o adversário. Joga sempre no seguro. É de mandar atacar quando o dever assim obriga, aproveitando as oportunidades e, sobretudo, as fragilidades do adversário. Numa competição de pontos, a boa defesa já garante um ponto. Deve jogar jogo por jogo.

Controlo!

Os Mambas de Luís Gonçalves lutam sempre pelo controlo do jogo. Deve ser os donos e senhores de todas as iniciativas. De ataque, fundamentalmente. Para o seleccionador, o combinado nacional deve procurar ser a equipa goleada. Vencedora. A equipa não se deve permitir perder bolas fáceis. Deve jogar de forma segura e buscar sempre a vitória no fim dos tempos do jogo.

Equilíbrio!

Um jogo seguro e equilibrado define o equilíbrio do jogo advogado por Luís Gonçalves. Os Mambas que serão montados contra Ruanda não devem estar nem balançados no ataque, nem balançados a defender. Devem ser ambiciosos à frente, ao mesmo tempo que seguros na retaguarda. Serão acutilantes na mesma proporção que não darão chances ao adversário. O selecionador nacional não admite distrações e é arrogante quando a equipa divide-se ao meio. Monta um conjunto para saber jogar em blocos.

De recordar que a selecção nacional recebe às 18 horas desta quinta-feira, 14 de Novembro, o Ruanda em jogo da primeira mão da fase de grupos de acesso ao CAN2021.



Categorias:Início, Mambas

1 reply

Trackbacks

  1. Mambas sublimes arrasam Ruanda no Zimpeto | Olho Clínico - Desporto Moz

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s