Semedo antevê derrota diante da UDS e volta atacar direcção que o dá pão

Artur Semedo superou-se. Convocou esta sexta-feira, 18 de Outubro, a imprensa para fazer o prenúncio de uma derrota diante do Songo. E diz que não assume qualquer responsabilidade caso ela aconteça, imputando-a ao clube.

Uma eventual derrota diante da UD de Songo este domingo, 20-O, para a jornada 24 do Moçambola2019, não deverá ser imputada ao treinador, tão pouco beliscar o profissionalismo dos atletas do GDM-Grupo Desportivo de Maputo.

Quem assim falou é o próprio Artur Semedo, que não só confirmou o que o Jornal Notícias vinha escrevendo ao longo da semana, como também decidiu destapar o véu que cobria o clube dele.

Nos últimos 15 dias, a equipa principal do GDM realizou apenas duas sessões de treino, uma no Centro de Reabilitação Física Repinga e outra no Estádio Nacional do Zimpeto, como forma de reivindicar o pagamento de seis meses de salários em atraso.

Diante deste cenário por ele confirmado, Semedo disse na antevisão do jogo contra a UDS que “vamos jogar contra uma equipa que tem todas as condições de trabalho disponíveis. E gostaria de saber a quem será imputada a responsabilidade neste jogo, se algum desaire acontecer”.

Adiante, num desabafo insistente, o técnico assegurou que “todos sabemos que a responsabilidade dos jogos é sempre imputada aos treinadores. Mas face aos acontecimentos que a equipa está a viver, [desta vez] não é da responsabilidade do treinador. É bom dizer-se, que não é da responsabilidade do treinador”.

Entretanto, o GDM não cairá de divisão

Pese embora o Desportivo esteja a passar por uma situação constrangedora, que se consubstancia nos seis meses de salários em atraso e na falta de condições de trabalho, o técnico diz que fará de tudo para que o GDM se mantenha no Moçambola.

“Os meus objectivos neste momento passam por tentar levar o clube à melhor classificação possível nestas circunstâncias, que é o de evitar a despromoção”, referenciou.

Numa outra abordagem, voltou a abrir uma frente na guerra interna que há muito trava com os seus patrões, apontando as baterias para dentro da sua própria fortaleza. Desta vez acusou os seus superiores de não estarem a respeitar o profissionalismo da equipa técnica e dos atletas.

Sublinho: somos verdadeiros profissionais do futebol. Com o profissionalismo que temos demonstrado, duvido que neste País haja melhores profissionais do que nós. Duvido…”, considerou, tendo nesta linha de ideias afirmado que a mesma direcção que o tirou do desemprego este ano não tem oferecido, a ele e aos seus atletas, condições de trabalho decentes desde que arrancou a presente época.

O GDM joga este domingo, 20-O, em Songo diante do bi-campeão nacional.

Categorias:Início, Moçambola2019

1 reply

  1. É verdade que o mister Semedo esteja revoltado com a situação em que a equipe esteja a passar, porém devia respeitar tal como ele tem dito,o profissionalismo que sempre vinca e se possível devia incutir esse pressuposto aos seus atletas, pois julgo eu que com o Desportivo estão vinculados por um contrato de mútuo que previamente o assinaram,dando-lhes premazia de mesmo findo poderem exigir seus direitos ao Desportivo que se não o fizer voluntariamente, o pode fazer de forma obrigatória. Pelo que nada de arranjar subterfúgios por razão de se encontrar com uma equipe superior a equipe do Desportivo a olho nú. Vá competir. Diz que manterá a equipe de qualquer forma e, eu oergunto, tais pontos para manutenção não os vai conseguir nos clubes do Moçambola ainda com problemas no Desportivo? Enfim, só quiz participar como amante do desporto Rei.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s