Desportivo de Maputo ameaça com “falta de comparência” na 18ª jornada

O Desportivo de Maputo quer jogar no sábado, 24 de Agosto, contra o Ferroviário da Beira para a jornada 18 do Moçambola2019 e não no dia seguinte, Domingo (25) conforme a indicação da LMF-Liga Moçambicana de Futebol. Os alvinegros ameaçam não se apresentar ao campo.

Esta advertência foi feita em conferência de imprensa convocada para este efeito, havida na manhã desta quinta-feira, 15 de Agosto, por Alexandre Rosa, director desportivo do GDM-Grupo Desportivo Maputo.

De acordo com aquele dirigente, o GDM pediu, no passado dia 02 de Agosto, a alteração do encontro diante do Ferroviário da Beira, da jornada 18, para o campo do Costa do Sol.

Alexandre Rosa

A vontade expressa no tal pedido é de ver antecipado o referido jogo de domingo (25) para sábado (24), visto que no santo o campo do Costa do Sol acolherá o jogo entre a turma canarinha e a Liga Desportiva de Maputo.

No entanto, tal pedido veio a ser recusado pela direcção executiva da LMF, que a 26 de Julho informou, por comunicado oficial, a marcação dos jogos da jornada 18 no quadro das suas competências, remetendo o clube alvinegro ao entendimento com o adversário para que tal pedido proceda.

Posto isto e sempre em conformidade com Rosa, o GDMchegou à conclusão de que se a LMF mantiver o jogo para domingo (25), enquanto nós já pedimos, no dia 2 de Agosto, a alteração do jogo para sábado (26), não iremos jogar. Num outro campo nós não iremos jogar“. E ponto final.

Já temos o Zimpeto, que por motivos de força maior não podemos lá jogar“, reiterou Rosa, sublinhando que a sua colectividade indicou, por carta datada de 02 de Agosto, um campo alternativo, que é o do Costa do Sol, sobre o qual a LMF informou por ofício a sua indisponibilidade visto, para o mesmo domingo (25), os verdadeiros donos da casa recebem a LDM para a jornada 18.

Há birra no meio do processo

Ainda nesta conferência de imprensa, Rosa foi questionado se o pedido de antecipação deste encontro tinha em conta a situação do Ferroviário da Beira, que joga na quarta-feira (21) em Chimoio contra o Textáfrica, enquanto o GDM joga na terça-feira (20) em Xinavane.

Em resposta, o director desportivo referenciou que “o nosso adversário terá 48 horas de descanso, as mesmas 48 horas a que fomos submetidos há mais de três jornadas“, não conseguindo esconder, com este comentário, que a sua reivindicação é também birrenta em certo plano.

Portanto, não vejo nenhum inconveniente para a não realização deste jogo no sábado (25). Sei que existem taxas a serem pagas e nós estamos disponíveis para este efeito“, acrescentou.

Adiante e, já com recurso ao que defendem os regulamentos, Alexandre Rosa disse saber que “existem algumas taxas e alguns procedimentos como os de se submeter uma carta com sete dias de antecedência em relação ao jogo, isto quando não se prejudica o bom funcionamento do campeonato ou, então, por motivos de força maior não comprometa os trabalhos da selecção nacional“.

Vejam o artigo 18, números 6 e 7 do Regulamento de Competições da LMF, que defende que cabe ao visitado, sem consentimento do visitante, submeter o expediente à LMF para a sua validação“, fundamentou Alexandre Rosa, que reiteradamente ameaçou faltar ao jogo caso a LMF não antecipe o encontro entre o GDM e o Ferroviário da Beira, de domingo (26) para sábado (25), pontuável para a jornada 18.



Categorias:Início

1 reply

Trackbacks

  1. LMF e GDM chegam a entendimento sobre jogo da jornada 18 | Olho Clínico - Desporto Moz

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: