João Chissano treinador do Baía de Pemba até…2024!

O antigo seleccionador nacional assinou um contrato válido para os próximos cinco anos com o Baía de Pemba. A direcção e o próprio seleccionador negam haver exageros e falam de um projecto ambicioso. Mas João não deixa de mandar recados. 

A direcção do Baía de Pemba apresentou esta terça-feira, 06 de Agosto, João Chissano como novo treinador principal desta colectividade que se estreou esta época na prova máxima do futebol nacional, o Moçambola

Conforme revelou Gani Satar, presidente do clube, o contrato que liga o Baía de Pemba a Chissano é mesmo válido para os próximos cinco anos, ou seja, vence em meados de 2024. 

Ignorando a pretensa existência de exageros no acordo, todavia aceitando que tal não é comum em Moçambique, Gani disse tratar-se de um projecto de grande dimensão para o qual o novo treinador veio juntar-se. 

É um projecto que veio para ficar, razão pela qual assinamos um contrato de cinco anos com o mister. Sabemos nós que, aqui em Moçambique, isso não é fácil. Mas é um recado que queremos enviar ao País de que o Baía de Pemba tem um projecto que, aos poucos, se tornará uma realidade”, referenciou Satar Gani, sem no entanto referenciar com exatidão de que tipo de projecto se refere.

Que me deixem trabalhar – JC

Nas suas primeiras palavras como novo treinador do Baía de Pemba, João Chissano não só confirmou que o contrato era, de facto, de cinco anos, mas também que “posso ficar por cá 10, 15 ou 20 anos”. 

Assinei um contrato de médio e longo prazos. Aliás, foi este tipo de vínculo que me cativou a vir parar aqui em Pemba, para orientar o Baía”, assegurou João Chissano, que todavia não deixou de empacotar recados para dentro do clube, mesmo em dia da sua apresentação. 

Se me deixarem trabalhar, eu sei que vou produzir. Que vou deixar um legado e vou deixar frutos. E claro: confiando em toda a gente que trabalha aqui, pois ninguém ninguém ganha sozinho. Vamos montar uma equipa forte”, apontou João Chissano durante a conferência de imprensa da sua apresentação. 

De referir que o Olho Clínico soube de fonte interna do clube que, para além de orientar a equipa sénior na luta pela manutenção no Moçambola, João Chissano tem a missão de reestruturar a formação do Baía do Pemba na qualidade coordenador da mesma.  

João Chissano substitui ao cargo Jonathan Nunes, técnico brasileiro que orientou interinamente o Baía de Pemba após a demissão, a 10 de Julho último, de Minate Chabane.



Categorias:Início, Outras Futebol

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: